Nossas crises são importantes

15:00

Imagem via

Quando vi que a Jout Jout estava lançando um livro, logo pensei: "Hm, olha só, um livro  que vai ser bem engraçadinho e cheio de exageros. Será que vai valer a pena? ". Meu namorado leu minha mente e, boom, me deu o livro. E aí eu li, obviamente. 

E, lendo o livro (que inclusive recomendo para quem quiser), eu percebi quantas crises eu já tive nessa vida e quantas eu simplesmente ignorei pelo simples fato de que eu achava que eu não deveria dar valor a elas. Quantos momentos meus, que poderiam se tornar suficientemente importantes para mim, foram ignorados pelo simples fato de: "Ah, tenho que parecer bem. Ninguém gosta de pessoas tristonhas". 

O mais interessante disso tudo, é que a Jout fala em alguns trechos do livro que a família dela a tornou uma pessoa cheia de crises e, bom, parando para pensar, quem não é assim, não é mesmo? Nossos pais sempre acham que podemos alcançar os céus e estabelecem algumas metas que nós deveríamos alcançar para ser felizes e, quando não fazemos isso nos sentimos as piores pessoas do universo. Da espécie da bactéria do coco do cavalo do bandido mesmo. (inclusive tem esse vídeo bem bacaninha mesmo sobre esse assunto) 

E quando vamos crescendo, temos que perceber que não somos os mais brilhantes, nem os mais inteligentes e que nossos talentos (que achávamos que eram surreais) não são nada demais. Vemos que tem pessoas por aí com a nossa idade fazendo mil coisas melhores que nós. E se deixar a bad bater por causa disso, amiguinho... Você jamais sairá da bad. 

Mas então qual é o segredo? Bom, eu acredito que seja fazer as nossas tarefas da melhor maneira possível, mas nem por isso fazer esperando por um nobel, nem fazer algo sonhando em aparecer numa matéria do jornal nacional. Fazendo assim, desse jeitinho, as pessoas vão vendo e dando valor ao nosso trabalho. Nós ficamos felizinhos, continuamos fazendo coisas boas, e aprendemos que não devemos esperar o céu e sim, alguns "bom trabalho". 

Ah, o livro da Jout Jout chama "Tá todo mundo mal" e você provavelmente já sabia disso. Mas não custa nada, não é mesmo?

You Might Also Like

0 comentários

Seu comentário é muito bem vindo! A moderação serve apenas para que eu leia todos os comentários que cheguem para o blog.

Obrigada pela visita! :)