Filmes

Assisti Procurando Dory

20:38




Há muito tempo eu não assistia um filme na estreia (acho que o último foi algum Harry Potter) mas assim que vi que Procurando Dory estrearia enquanto eu ainda estivesse de férias, fiquei mentalizando em assisti-lo na estreia. E fui! =)

Como esperado, a sala do cinema estava nada menos do que lotada de crianças. Mas, devo contar que elas foram até educadinhas durante a exibição do filme. Méritos de Dory! O filme está cativante, cheio de momentos divertidos e com muitas explosões de fofura.


O filme se passa um ano depois de Dory ajudar a encontrar o Nemo, e a peixinha azul começa a ter algumas lembranças de sua família e da sua infância (pausa: baby Dory é muito bonitinha) e insiste que tem que encontrar o seu verdadeiro lar.

Lotado de flashbacks da peixinha, o filme nos leva ao seu passado e mostra o que ela passou até encontrar Marlin e Nemo.

O filme tem umas viradas muito divertidas enquanto Dory vai se lembrando de pistas que a levam de volta para seus pais enquanto Marlin e Nemo tentam acompanhá-la nessa jornada: eles precisam nadar até a Califórnia. 
Os novos personagens são bem legais: a Tubarão Baleia, Destiny, que é míope; Bailey, uma baleia branca que acha que não consegue usar seus talentos naturais e Hank, um polvo de sete tentáculos (ele perdeu um). Existem outros e cada um deles tem características bem interessantes e dão toques muito bons e divertidos ao filme. 
Quanto aos personagens antigos: eu queria que aquela tartaruga hippie aparecesse por mais tempo no longa. E bom, Nemo e Marlin são meros coadjuvantes nessa história, mas não achei ruim que eles ficassem um pouco de lado, afinal, estamos tratando da Dory agora.  
Se recomendo? Muito! Afinal, foram 13 anos de espera para encontrarmos Dory nesse filme e ela veio para conquistar nossos corações. Valeu a pena ouvir as palmas das criancinhas que estavam na minha sessão, porque o filme foi realmente muito gostoso de ver. 
Você vai assistir Procurando Dory? Conta sobre nos comentários!

Séries

Três séries para assistir nas férias

15:00

Passei por uma coisa nessas férias que não desejo a ninguém: terminar o seriado e ficar ali, órfã, sem saber o que mais assistir na Netflix. Como sou uma boa pessoa, resolvi trazer no post de hoje três séries curtinhas, que dá para assistir nas férias quando você já tiver devorado as suas favoritas. 
As escolhidas tem entre uma ou duas temporadas e tem série de episódios curtos e de episódios longos. Espero que vocês gostem das selecionadas! 

How To Get Away With a Murder 

Olha bem: foi a primeira que eu assisti na Netflix, assim que assinei, então já entendam que ela conseguiu ter meu amor desde o princípio. Fiquei vidrada na historia e nos personagem que terminei em duas semanas (para você pode ser muito tempo, mas sou meio lentinha mesmo). Comecei a assistir porque vi indicação em algum blog por aí e resolvi dar uma chance - já que eu nunca tinha assistido em ordem e nem completamente NENHUMA série durante minha vida inteira. Na Netflix, a primeira temporada está disponível e não há nenhuma noticia da segunda (mas no canal Sony ela é transmitida, só ficar de olho por lá). 

Sinopse: Michaela, Wes, Laurel, Connor e Asher são ambiciosos calouros de Direito da prestigiada academia East Coast Law School, onde apenas os melhores alunos podem participar de casos reais. Eles competem entre si para conseguir a atenção da carismática e sedutora Professora Annalise Keating, na aula de Direito Criminal 1, também conhecida como "Como Se Livrar de Um Assassinato".


Don't Trust the Bitch in Apartament 23


Também foi uma das primeiras séries que comecei a assistir e ela é uma delícia porque é bem leve, sabe? Eu, por exemplo, assistia enquanto comia ou descansando de uma tarde de estudos. É aquela série que a gente assiste e nem percebe que os episódios foram embora. Recomendo para aquelas tardes mais chuvosinhas e solitárias. Ah, as duas temporadas estão na netflix, mas a série foi cancelada  </3

Sinopse: June decide se mudar para Nova York para ir atrás da carreira de seus sonhos, em uma hipotecária, que já vem com um apartamento incluído. No entanto, ela tem pouca sorte e a companhia é fechada logo no seu primeiro dia, e o apartamento é retirado dela. June passa a morar com Chloe, que é um pouco vigarista e muito festeira. De início, elas não se dão bem. Mas quando as tentativas de Chloe de enganar June dão errado, elas acabam tornando-se amigas.


Touch

Essa eu assisti antes de ter a assinatura da Netflix por indicação (e insistência) do meu namorado. Até hoje não terminei a segunda temporada (perdi o ritmo e aí as outras séries foram entrando no caminho e cometi esse pecado...) mas descobri já pouco que ela está disponível e completa! Voltei a assistir por esses dias. Uma noticia ruim é que a série foi cancelada após a segunda temporada - uma injustiça enorme...
Ah, preciso falar sobre o menino que faz o personagem principal dessa série: Ele me ganhou! A atuação dele é absolutamente impressionante! 

Sinopse: Martin Bohm é um ex-jornalista que, após o falecimento da esposa nas Torres Gêmeas em 11 de setembro, passa a exercer uma série de trabalhos diferentes tentando dar um novo sentido à própria vida. Isso inclui tomar conta do filho, Jake, de 10 anos, que desde que nasceu foi diagnosticado com autismo. Mas Martin começa a acreditar que Jake é mais do que os olhos podem ver. Usando uma série de números em padrão, o garoto leva o pai a fazer descobertas e, assim, começa a traçar um certo equilíbrio entre vários acontecimentos ao redor do mundo. Martin passa então a investigar para descobrir qual é o grande propósito do filho, e os motivos de ele estar no mundo. 

Atenção: Todas as sinopses foram retiradas do site Adoro Cinema


Qual série você já assistiu? Qual você ficou com vontade de assistir? Me conta aqui nos comentários!

Serenidade

Uma conversa rapidinha

17:37

Imagem via
Há dias que quero escrever esse texto, mas fiquei pensando: "será que os leitores vão receber isso bem?" ou ainda "será que vão achar que só quero escrever sobre isso por que é uma palavra da moda?" 

Acabei decidindo que sim. Todo mundo deve saber sobre empatia, sua importância e como praticar no dia a dia. Vou trazer um discurso feminista aqui? Não, não hoje.

É preciso lembrar de se colocar no lugar do outro, nos dias de hoje, onde cada um está imerso em seus próprios problemas. É preciso lembrar que não podemos olhar só para nosso umbigo pois, pode ter alguém pertinho da gente precisando de uma ajudinha, e quando eu falo ajudinha são coisas tão simples: segurar a mochila pesada, pagar a passagem, ceder o lugar, ou só um "obrigado" verdadeiro.

Hoje quero pedir a você que quando estiver no ônibus e ver uma moça grávida em pé, não vire o rosto para fingir que está dormindo. Levante e ceda o seu lugar. Eu sei que você deve estar cansado depois de um dia inteiro de trabalho mas, aposto que aquela moça vai se sentir eternamente grata pelo seu gesto. 


Mas você só vai fazer isso porque estou pedindo? Obviamente não. Você pode fazer isso porque se colocou no lugar da moça e aí pensou: "poxa vida, ela está mais cansada do que eu. O que posso fazer para ajuda-lá?" 

Esse texto foi enviado originalmente através da newsletter do blog. Se você quiser receber mais textos (e outros conteúdos) no seu e-mail, é só assinar ali na barrinha lateral. Vou adorar ter você por lá! 

Utilidades

Três coisas para salvar suas férias do tédio

21:00


O meu semestre acabou antes do previsto pela faculdade (aqui vale um muito obrigado aos meus professores que anteciparam o fim do semestre) e, ainda na semana passada, eu comecei aquela saga de "o que preciso fazer nesse tempo livre tão raro na minha vida" e já arrumei uns programas para fazer no conforto do nosso lar quentinho e amável. 

No post de hoje, reuni três coisas que você pode fazer para animar suas férias um pouquinho. São coisas simples, ideais para esses dias que não queremos sair, mas também não queremos ficar olhando para o teto. 

1. Usar a extensão ShowGoers para assistir Netflix


Se você assiste uma(s) série na Netflix com alguém, com certeza já sentiu a dor de ser deixado para trás com a simples frase: "Ah, assisti o episódio seguinte já". E, além disso, sabe a tortura que é esperar chegar no dia combinado para assistir junto com a pessoa, ali do lado e comendo pipoca. E não adianta negar que fica se consumindo de vontade em assistir o episódio sem esperar o coleguinha. 
Com a chegada das férias temos mais tempo livre e, consequentemente, aumenta aquela vontade de ver Netflix e aí não dá para assistir a série juntinho com o amigo para comentar tudo ali em tempo real. Triste, não é mesmo? 
Pois com essa extensão tudo mudará: Showgoers é uma extensão que, uma vez instalada no seu google chrome, ela permite que você assista ao seu seriado favorito online com seus amigos, namorado, ou sua mãe! 
A forma de instalar e usar é simples e além de vocês assistirem a série (vale também para qualquer coisa que você quiser ver no site), ainda há uma janelinha de bate papo que dá para vocês discutirem ao vivo cada pedacinho do episódio assistido. 
Se você quiser saber mais, clique aqui. 

2. Praticar exercício físico com aulas no youtube + playlist no Spotify

Não vou negar que sou a primeira a arrumar uma desculpinha para deixar o exercício físico de lado durante as aulas. Mas, nas férias, é tempo de mudar isso! Por isso, comecei a praticar algumas atividades físicas em casa mesmo, com ajuda de um canal muito bom chamado Exercício em Casa. Agora, todos os dias da semana, tento fazer ao menos uma aula (as minhas favoritas são as de Hiit). 

Para dar uma injeção de ânimo maior, ponho uma playlist pronta do Spotify para tocar (já falei sobre o programa aqui) e pronto: faço cerca de 30 minutos diários de exercícios e olha: me divirto bastante aprendendo os movimentos das aulas. 

Ah, a playlist que eu escuto todos os dias para fazer meus exercícios é essa aqui embaixo:



3. Ler TODA a série A Seleção



E o que são as férias se não a oportunidade perfeita para começar e terminar uma série de livros apaixonante? Pois bem, sigam meu conselho. 

A Seleção foi uma série que tomou meu coração de uma só vez e olha que há algum tempo isso não acontecia (acho que desde Jogos Vorazes). Terminei os livros essa semana, são 5 ao todo, e pretendo reler e ainda ler os livros extras. Se você se interessou, tem resenha de A Seleção (o primeiro livro) aqui no blog, só clicar aqui. 


E você, o que faz para não deixar cair no tédio durante as férias? Aliás, quando começam suas férias? Conta tudo aqui nos comentários!