Você e a paz

12:17


Escuto mais uma música daquelas que há uns oito meses atrás passaria despercebida dos meus ouvidos e cujo os vídeos jamais receberiam meu clique, Mas, hoje é ela que não sai do meu pensamento. 

Há algum tempo eu achei que tinha perdido "a mão" para a criação de textos. Será que os cálculos acabaram com a minha capacidade de romantizar? Na verdade, não. Ando tão romântica quanto antes, sinto tanta vontade de escrever quanto antes mas não consigo. 

Não consigo porque é impossível descrever a felicidade que encontro no seu olhar quando eu chego. É impossível descrever a minha alegria quando te faço sorrir. Não consigo porque não consigo expressar minha gratidão pela sua companhia quando eu passei mal nos seus braços. Não posso expressar a minha alegria quando você me dá aquele abraço e só para quando meus ossos estalam. Não posso escrever nossos momentos felizes porque são incontáveis. Repasso todos esses momentos na minha mente e penso: que sorte!

Que sorte de ter alguém para me acalmar todos os dias, de ter um abraço com o qual contar, de ter alguém que ri das minhas besteiras junto comigo e ter com quem planejar seja o programa do próximo final de semana ou a nossa vida daqui seis, sete, dez anos. 

Que sorte de ter encontrado a paz ao seu lado. 

You Might Also Like

0 comentários

Seu comentário é muito bem vindo! A moderação serve apenas para que eu leia todos os comentários que cheguem para o blog.

Obrigada pela visita! :)